Retratos: Mãe, Mulher, Empreendedora com Roberta Santo

Resolvi dar este nome ao meu podcast para provar que não é uma característica minha, mas, de toda uma sociedade. No primeiro episódio, em que explico como será a tratativa do podcast, deixo claro isso, e ainda resgato um ditado antigo que prova a importância da mulher. Afinal, quem nunca ouviu a famosa frase: “atrás de um grande homem, existe uma grande mulher”. Daí já entendemos o poder da mulher. Mas, a ideia do podcast é falar sobre experiências, é divulgar, compartilhar a vida, histórias, casos de sucesso, de fracasso, falar de gente, estabelecer uma comunidade verdadeira, uma união entre pessoas que possam ser quem quiser como quiserem.

Primeiro, é importante você saber quem eu sou e por que ingressei no universo do podcast. Sou jornalista de formação e doadora por convicção. Sempre fui apaixonada por rádio, entrei na faculdade para ser repórter esportiva de rádio, porém, na época, o mercado era muito masculinizado e, para piorar (sem dúvida foi realmente o fator que mais pesou para mim) o estágio em rádio não era remunerado e, eu, como muitos brasileiros precisava pagar a universidade. Imaginam aí o que ocorreu, ingressei para outra área, que remunerava melhor nos idos de 1998: as agências de relações públicas. Confesso que me apaixonei por gestão de marca, e me especializei em assessoria de imprensa. Trabalhei em diversas agências, fui estudar fora, voltei, continuei na labuta, fiz pós graduação, abri minha agência, casei, tive filhos, separei, casei novamente, mas, sempre afirmei: terei uma rádio comunitária quando me aposentar, apenas por que gosto e preciso investir nisso na minha vida. De repente, me vi à frente de uma oficina de podcast, ferramenta esta que já tinha afinidade, e, descobri ser possível aliar o meu sonho a uma plataforma nova e tão expressiva quanto o rádio. Com a premissa de ser mais democrática, pois você escuta o que quer, quando quer e onde quer. Me encantei e ingressei nesse mundo para compartilhar ideias.

Fugindo um pouco de tematizar o meu canal, quis deixá-lo aberto para inúmeros assuntos, inclusive quero que vocês peçam temas e entrevistados, prometo correr atrás e compartilhar a história dessa pessoa no Retratos. Pode ser artistas, políticos, empresários, comerciantes, estudantes não tenho objeções. Não quero dialogar só com quem eu acho interessante, até porque a riqueza do negócio é compartilhar, como mencionei, também no primeiro episódio, o importante na vida é o que deixamos aqui, o que ensinamos às novas gerações. Dinheiro é importante sim, mas um dia você tem no outro não. A cultura, interesse, experiências, ninguém tira de você. Por isso, a ideia de formar essa rede é para darmos as mãos com diversos assuntos, pontos de vista, sempre com muito respeito. Um exemplo disso, sinto claramente durante a mentoria que aplico no RME, Rede Mulher Empreendedora, na área de comunicação, claro. Neste projeto ajudo empreendedoras a seguirem um caminho com as experiências que tive na vida durante minha jornada de trabalho. Aqui não será diferente, e o meu mentor para que tudo isso ocorra, Gustavo Passi, segue a mesma linha, entende o mundo mais solidário e humano, como tem que ser.

Então fiquem ligados que semanalmente teremos novos episódios e sempre com temas interessantes do nosso dia a dia. Vamos dar as mãos. Juntos somos mais fortes, sempre!

Roberta Santo

Deixe uma resposta